Informações pertinentes

 

Conscientizando a população.

Sabe-se que a população ingerindo dietas ricas em hidratos de carbono (plantas alimentares fibras frutas cereais não refinados) possuem usualmente uma menor incidência de arteriosclerose coronariana, desde que exista concomitantemente diminuição da gordura e o colesterol dessa dieta.

Tabela da saúde.

Acredita-se que somente com largas quantidades de sacarose (açúcar refinado) possa existir uma leve ação hipolipidêmica (que aumenta os lipídios), sendo o fenômeno muito mais acentuado nos indivíduos com excesso de triglicerídeos. Para os pacientes obesos com hiperlipidemia é medicamente importante reduzir a sacarose e outros açúcares simples da dieta. O açúcar se constitui numa fonte concentrada de calorias.

A sacarose, como a gordura e o álcool, pro ver somente “calorias frias” já que não possui de forma associada nem proteína, fibras, minerais ou vitaminas, como ocorre comumente nos alimentos não refinados (legumes, cereais, vegetais, frutas). O tratamento de qualquer tipo de hiperlipidemia (excesso de lipídios no sangue) deve começar pela redução do excesso de adiposidade (tecido gorduroso).

E são podemos atingir esse objetivo pela ingestão calórica diminuída, que se faz através da redução dos açúcares simples e com aumento respectivo e simultâneo dos carboidratos complexos derivados da os cereais, feijão, vegetais folhas, frutas,legumes. Nesse caso especificamente a quantidade de sacarose açúcar refinado deve ser reduzida substancialmente de 20 a 10% do valor calórico total da dieta.

Excesso de Triglicerídeos e obesidade

A hipertrigliceridemia está frequentemente associada com obesidade, com aumento dos níveis circulares de insulina e com intolerância à glicose a obesidade é um fator agravante em muitos pacientes com aumento da lipoproteína, como os pacientes com intolerância à glicose consequentemente o primeiro passo na terapêutica do paciente obeso. Com hipertrigliceridemia endógena é o mesmo atingir o peso do ar ideal desde que a restrição calórica pode produzir uma redução dramática nos triglicerídeos do sangue é muito importante reavaliar o hidro grama após a estabilização do peso não só o intestino como também o fígado fabricam vldl lipoproteína que carrega triglicerídeos.

Os maiores precursores da síntese dos triglicerídeos no fígado são a glicose e os ácidos graxos Livres não é surpreendente então que em pessoas normais e pacientes com hiperlipoproteinemias, aumento das gorduras desenvolva altos níveis de vldl a custa de uma alta ingestão de hidratos de carbono açúcar embora a ingestão de carboidratos seja normalmente acompanhada por um aumento dos triglicerídeos alguns pacientes mostra uma grande sensitividade ao carboidrato resultando.

Em um nível maior e persistente de triglicerídeos no sangue a dieta destes indivíduos indivíduos deve ter uma restrição de hidratos de carbono além da restrição obrigatória da ingestão de álcool, já que o mesmo afeta o metabolismo metabolismo dos ácidos as coisas livres e do metabolismo dos triglicerídeos.

A insulina e antagonizada patologicamente nos tecidos periféricos tanto nos indivíduos com excesso de triglicerídeos no sangue como na obesidade níveis aumentados da Ilha insulina circulante observados em diabéticos adultos e obesos, causam uma super produção das lipoproteínas vldl que transportam triglicerídeos fabricados pelo fígado.

À medida que a produção de insulina vai se tornando deficiente como é o caso do diabetes a produção hepática de triglicerídeos vai se diz mostrando insuficiente e capaz de remover os triglicérides em excesso do sangue.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *